A vida é uma cereja. A morte um caroço. O amor uma cerejeira.

31 de maio de 2007

Expressões idiomáticas



Esta expressão idiomática é...
(digam-me nos comentários)

27 de maio de 2007

Confraria da Cereja está criada!


  • Está criada a Confraria da Cereja de Portugal. Um projecto anunciado em Novembro último e agora concretizado. A escritura pública foi celebrada na passada semana, na Quinta das Pedralvas, Alcongosta, freguesia com a maior produção do fruto, no concelho do Fundão.O objectivo da Confraria passa pela defesa da cereja nacional, desenvolver e apoiar alguns trabalhos de investigação sobre o fruto e dinamizar a sua promoção no país e no estrangeiro", explica José Rapoula, presidente da Cooperativa de Fruticultores da Cova da Beira e um dos 12 dinamizadores da ideia, entre produtores e gente que mostra interesse pela cereja.Este responsável reconhece que já existem diversas associações e entidades que juntam produtores por todo o país, "mas a vantagem da confraria passa pelos eventos promocionais e por vir a contar com figuras conhecidas como confrades", salienta. "Tudo isto vai ajudar a chamar a atenção para o fruto", realça."Até final do Verão deve acontecer o primeiro capítulo (assembleia-geral) da confraria, para escolha da sede e tomada de posse dos órgãos sociais: o triunvirato (direcção) e a vedoria (conselho fiscal)", refere José Rapoula. "Nessa altura contamos também receber os primeiros confrades", adianta.Segundo José Rapoula, a produção nacional de cereja ascende a 11 a 12 mil toneladas por ano, cerca de metade da qual proveniente da Cova da Beira. Depois da criação da Confraria da Pêra Rocha, na região Oeste, "esta é a segunda confraria dedicada a um fruto em Portugal", informa.


Notícias da Covilhã em 30. 07 .2006. E eu que só descobri hoje aqui....


Será que vou ser convidada para confrade honorária?!? ;)

26 de maio de 2007

Viagens II


“O Caminho é que nos ensina sempre a melhor forma de chegar e enriquece-nos, enquanto chegamos.”

19 de maio de 2007


Minha alma tem o peso da luz.

Tem o peso da música.

Tem o peso da palavra nunca dita,

prestes quem sabe a ser dita

Tem o peso de uma lembrança.

Tem o peso de uma saudade.

Tem o peso de um olhar.

Pesa como pesa uma ausência.

E a lágrima que não se chorou.

Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros.

Clarice Lispector

13 de maio de 2007

Viagens I


Sei que nunca terei o que procuro

E nem sei buscar o que desejo

Mas busco, insciente, no silêncio escuro

E pasmo do que sei que não almejo.

In Poesias Inéditas, Fernando Pessoa

6 de maio de 2007

Querida MÃE!

Mãe
que verdade linda
o nascer encerra
eu nasci de ti
como flor da terra