A vida é uma cereja. A morte um caroço. O amor uma cerejeira.

18 de outubro de 2008

Após ausência...

by Cerejinha - Islândia - Julho 2008




Quando nós pensamos "as coisas estão a mudar" já vamos tarde.

Já mudaram.

E nós não vimos.