A vida é uma cereja. A morte um caroço. O amor uma cerejeira.

16 de janeiro de 2008

A Calçada dos Gigantes









Giant's Causeway é uma formação geológica na costa norte da Irlanda do Norte constituída por 40.000 colunas de basalto com formas poligonais muitas vezes perfeitas e colocadas lado a lado assemelhando-se a uma calçada para gigantes. Tem uma beleza rara junto ao mar e é espantoso o facto da sua existência ser natural e justificada pela geologia, mas mantém um mistério secular derivado da aparente artificialidade que dificilmente faria imaginar que não há ali mão humana. Por tudo isto atrai milhares de turistas e é classificado como Património Mundial.
Giant's Causeway gerou desde sempre grande admiração pelo carácter misterioso e lendário da formação rochosa. De facto, diz a lenda irlandesa que Finn Mac Cumhail, sábio e mágico chefe dos antigos guerreiros celtas Fianna, depois de comer o "salmão do conhecimento" tornou-se gigante. Para poder enfrentar Benandonner, um dos seus rivais gigantes que vivia na Escócia, Finn transformou rochas em colunas de uma calçada que construiria até à Escócia.














A explicação geológica para esta formação diz que na região de Antrim pré-histórica havia actividade vulcânica. As rochas de basalto que saíram de uma erupção deixaram estas fantásticas colunas, na maioria hexagonais, mas também com mais ou menos arestas.
Em Giant's Causeway existe um Centro de Visitas que é uma espécie de museu com alguns serviços de apoio. Existem também inúmeros trilhos ao longo da costa que podem ser exploradas obtendo fantásticos panoramas da costa e da formação geológica.


























10 de janeiro de 2008

Donuts


Em 1946, os donuts do americano William Rosenberg faziam tanto sucesso que o horário do lanche das indústrias da região da Nova Inglaterra passou a ser ajustado ao seu itinerário. Para facilitar o consumo, o donut vinha envovido em açúcar e o café simples, sem açúcar, era servido numa caneca. Todos os clientes mergulhavam o doce no café antes de o saborear. Os clientes satisfeitos insistiram para que William abrisse uma loja. E assim se formou a grande rede. As rosquinhas foram criadas no século XVI por padeiros holandeses, mas ainda não tinham o tradicional furo no meio. Isso só apareceu em 1847, criado pelo marinheiro americano Hanson Gregory. Essa criação valeu-lhe uma placa de bronze na sua cidade natal, Rockport.

2 de janeiro de 2008

Esta gente




Esta gente cujo rosto
Às vezes luminoso
E outras vezes tosco

Ora me lembra escravos
Ora me lembra reis
Faz renascer meu gosto

De luta e de combate

Contra o abutre e a cobra

O porco e o milhafre

Pois a gente que tem
O rosto desenhado
Por paciência e fome
É a gente em quem
Um país ocupado
Escreve o seu nome

E em frente desta gente
Ignorada e pisada
Como a pedra do chão
E mais do que a pedra
Humilhada e calcada
Meu canto se renova

E recomeço a busca
De um país liberto
De uma vida limpa
E de um tempo justo.




Sophia de Mello Breyner Andresen