A vida é uma cereja. A morte um caroço. O amor uma cerejeira.

10 de fevereiro de 2008

Ultima hora!!!


Um presente do adesenhar:
Faz-me lembrar uma borboleta, tem movimento.
Obrigada artista, gostei muito :)
Só não percebo o blá.blá.blá... eu até sou uma mocinha pró caladito...


















ah!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Já percebi!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! (escrito só no dia seguinte...)