A vida é uma cereja. A morte um caroço. O amor uma cerejeira.

11 de fevereiro de 2007


A beleza ideal está na simplicidade calma e serena

Goethe